segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

"The Dead", James Joyce

Bom dia! Uma nova semana se inicia e nós seguimos com nossas leituras!

Como ontem escrevi sobre o escritor Guy de Maupassant, decidi escrever hoje sobre outro contista, um dos mais conhecidos da Literatura de Língua Inglesa, o irlandês James Joyce.

James Joyce

Joyce nasceu em Dublin em 2 de fevereiro de 1882 e morreu em 13 de janeiro de 1941, em Zurique, aos 58 anos. Além de contos, Joyce também escreveu romances, como o célebre Ulysses (1922), uma releitura da Odisseia de Homero, Retrato do Artista Quando Jovem (1916) e Finnegans Wake (1939), e poemas.
James Joyce foi um dos grandes nomes do movimento Modernista na Europa, sendo o fluxo de consciência uma das principais características do seu trabalho com as palavras. Através do fluxo do consciência, o leitor entra na mente do personagem, cujos pensamentos e memórias se misturam com o desenrolar da história. Esta característica também está presente em outros escritores modernistas, como em Virginia Woolf.


O conto The Dead, ou Os Mortos, como foi traduzido (porém esta tradução perde a ambiguidade da palavra no original), faz parte da coleção de contos intitulada Dublinenses, publicada pela primeira vez em 1914. Esta coleção consiste em 15 contos que têm a cidade e os habitantes de Dublin como ponto central.
Em The Dead seguimos o protagonista Gabriel Conroy em um baile na casa de suas tias, as irmãs Morkan.  Com o passar da noite, ele descobre certas coisas sobre o passado da sua mulher que o fazem refletir sobre si mesmo e sobre sua própria existência. É o momento da epifania de Gabriel Conroy, que nos leva ao desfecho do conto, que é simplesmente maravilhoso. The Dead é o último conto de Dublinenses, sendo, também, o mais longo e considerado o mais importante.




Em 1897, John Huston dirigiu um filme baseado nesta história de Joyce, estrelando sua filha Anjelica Huston como Gretta Conroy e Donal McCann como o protagonista Gabriel Conroy. Eu ainda não assisti a este filme, mas ele, com certeza, está em minha lista para este ano!

Filme de John Huston


Espero que gostem dessa viagem a Dublin através deste e de outros contos de Joyce.

Uma ótima segunda-feira a todos!

Fernanda 

2 comentários:

  1. Fernanda, adorei seu post, alias o blog é uma delícia!
    Vou procurar este filme e o livro
    Bjks mil e uma otima semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Claudia! Muito obrigada!
      Fico feliz que você acompanha o blog! Você vai adorar este conto!
      Beijos e ótima semana!!

      Excluir