sexta-feira, 9 de novembro de 2018

A Trilogia da Magia - Nora Roberts




Boa noite, queridos leitores!



Recentemente terminei de ler uma trilogia que havia começado há muito tempo. Li Dançando no Ar, o primeiro volume da saga, quando ainda era adolescente. Não lembro por que na época não dei continuação à leitura. Enfim, tantos anos depois, me deparei com essa trilogia no catálogo de audiolivros do uBook - aplicativo que uso para ouvir audiobooks. Resolvi dar uma nova chance à série e, como tenho os três livros em formato físico também, revezei entre ouvir e ler. E foi uma ótima experiência! É claro que foi algo bem à la Nora Roberts: final feliz estilo céu de brigadeiro, casamentos, filhos, todos são lindos, ricos, bem-sucedidos e com corpos sarados. Mas, de vez em quando, nada melhor do que um romance mamão com açúcar para se distrair e sonhar, não é? E a Trilogia da Magia tem um bônus a mais: as protagonistas são bruxas!


Cada um dos três volumes tem como foco principal uma das três mulheres e a história é contada através da sua perspectiva. Em Dançando no Ar (2001), conhecemos Nell Channing, uma jovem mulher que acaba de fugir de um casamento infeliz e um marido violento, um rico produtor de Hollywood. Ela forjou a sua própria morte e se mudou para a Ilha das Três Irmãs, onde conhece a fascinante Mia Devlin, dona da livraria Livros e Quitutes. Por sorte ou destino, a cozinheira do café da livraria tinha acabado de pedir demissão e Nell - que tem dotes culinários maravilhosos - ocupa o seu lugar. Ela faz o negócio de Mia prosperar com seus bolos, sopas, sanduíches e doces. Aliás, cardápios que dão água na boca! Tudo o que eu queria era dar uma passadinha na Livros e Quitutes e saborear um dos pratos da Nell com um bom café ou chá. Na ilha, Nell aos poucos se recupera dos tramas que sofreu no seu casamento e conhece Zack Todd, o xerife da ilha. E, claro, os dois se apaixonam! Nell tem que aprender a amar novamente e começa a explorar o seu recém-descoberto dom, porém o seu passado não a deixará ir tão facilmente.





O segundo volume da saga, Entre o Céu e a Terra (2001) acompanha a saga de Ripley Todd, irmã de Zack e delegada da ilha. Enquanto Nell representa o ar, Ripley representa a terra. Ripley é uma mulher atraente e de personalidade forte. Ela adora praticar exercícios físicos e é durona, não leva desaforo para casa. Ela era a melhor amiga de Mia Devlin, mas as duas se separaram depois que Ripley decidiu renegar os seus dons mágicos. O intelectual MacAllister Book chega à ilha para estudar os fenômenos sobrenaturais que ocorrem nesse local místico. Os dois sentem uma atração um pelo outro, mas, antes de se deixar envolver, Ripley vai ter que se reconectar com sua magia e aprender a aceitar a essência do seu ser.

Finalmente, o terceiro volume, Enfrentando o Fogo (2002) traz como protagonista a sedutora e misteriosa Mia Devli. Essa é a personagem que mais me intrigou e atraiu, pois ela mora em uma bela mansão no alto do penhasco, tem uma bem-sucedida livraria, é uma mulher confiante e independente. E é claro que o galã de cabelos morenos e olhos penetrante é apaixonado por ela. Sam, o herdeiro do dono do hotel da ilha, deixou a Ilha das Três Irmãs e sua namorada Mia dez anos atrás. Ele foi embora sem dar muitas explicações, deixando o coração da jovem Mia em frangalhos. Agora, Sam volta para a ilha e tenta reconquistar a feiticeira. Contudo, Mia guarda muito rancor e, mais importante, está preocupada em decifrar os efeitos de uma maldição originada 300 anos antes. O que ela não esperava é que a aceitação do amor e a abertura do seu coração seriam elementos chaves para quebrar a maldição e enfrentar o mal.



Os três volumes intercalam o tempo presente com o século XVI, quando as antepassadas das três protagonistas, as três irmãs, criaram a Ilha das Três Irmãs, um refúgio mágico para fugir da caça às bruxas em Nova Salem. Nesta ilha, cada mulher tomou um rumo diferente - uma deixou a ilha por amor, outra renegou a sua magia e outra enganou um ser mitológico para que se apaixonasse por ela - o que resultou em uma maldição que se realizaria em 300 anos, momento em que Nell, Ripley e Mia formam o círculo de três. Agora elas têm que provar que não cometerão os mesmo erros de suas antecessoras e que irão honrar seu dom e o amor para salvar a Ilha da destruição.




Devo dizer que a leitura dessa trilogia foi uma delícia. Adorei os momentos em que passei na Ilha das Três Irmãs em companhia desses personagens que - depois de três livros - já se tornam íntimos de nós. Terminar o último capítulo me deu um aperto no coração, pois tive que me despedir desse universo, das comidas de Nell, das reações explosivas de Ripley, do glamour de Mia e do encanto dessa ilha. Pudera eu encontrar um lugar mágico assim também!

Espero que vocês tenham gostado dessa dica. Tenho certeza que vocês também irão se encantar com essa saga da Nora Roberts, escritora norte-americana que já escreveu mais de 200 romances e já vendeu  mais de 400 milhões de cópias. Um fenômeno do mercado editorial atual!

Ótimas leituras!

Fernanda

Nenhum comentário:

Postar um comentário