segunda-feira, 23 de março de 2015

"O Ladrão de Cadáveres", Robert Louis Stevenson

Olá, pessoal!

Esta segunda-feira nublada me deixou com vontade de escrever sobre uma história de arrepiar de Robert Louis Stevenson, O Ladrão de Cadáveres, ou The Body Snatcher no original, publicado pela primeira vez no especial de Natal da revista literária Pall Mall, em dezembro de 1884.

Em O Ladrão de Cadáveres, conhecemos a história de Fettes, um escocês bem instruído, mas que anda sempre bêbado e se encontra todos os dias com outros quatro homens na estalagem de George. Em uma dessas noites, a estalagem recebe a visita de um médico importante de Londres, Wolfe Macfarlane, devido a um hóspede doente. Quando Fettes ouve o nome deste médico, ele fica pálido e sóbrio de repente. A curiosidade dos outros quatro é aguçada e eles se esforçam para descobrir a conexão destes dois homens.


Eis que Fettes e Macfarlane eram colegas do curso de Medicina do Dr. K... (cujo nome inteiro não é revelado), onde estudavam anatomia, dissecando corpos. Fettes e Macfarlane se destacam no grupo e passam a ser assistentes do renomado professor e Fettes passa a ser o responsável por receber os cadáveres quase todos os dias antes do amanhecer.

Conforme o tempo passa, Fettes percebe que os corpos que chegam a ele estão cada vez mais frescos e jovens, até que ele reconhece uma das mulheres, a qual ele havia visto com vida e alegre apenas um dia antes. É aí que ele descobre que os corpos que eram entregues ao Professor K... eram, na verdade, assassinados, e Macfarlane era conivente com isso. Sem escapatória, Fettes é obrigado a dar continuação ao maquiavélico plano do Dr. K... para poder salvar sua própria pele.
Então, em uma noite, quando Fettes e Macfarlane, devido à falta de cadáveres no laboratório, são encarregados de desenterrarem um corpo em um cemitério da área rural, eles levam o maior susto de suas vidas.

Ficaram curiosos? Eu recomendo a leitura deste conto de Stevenson, que nos prende da primeira à última página.

Dr. Robert Knox
É dito que esta história de Stevenson foi, na verdade, baseada em fatos reais, nos assassinatos encomendados pelo anatomista Dr. Robert Knox (lembrando que o personagem de Stevenson é identificado apenas como K...). Devido à falta de cadáveres para dissecação e estudo, Dr. Knox encarregava os imigrantes William Burke e seu cúmplice, William Hare, a roubar cadáveres. Eles venderam 16 corpos ao renomado doutor. Este caso ficou conhecido mundialmente na época (1828). No entanto, em seu julgamento, Burke afirmou que Knox não sabia da procedência dos cadáveres comprados.
Burke foi sentenciado à morte, e Hare e Knox foram liberados, para o ultraje da população.

Robert Louis Stevenson foi um escritor escocês, nascido em 13 de novembro de 1850 em Edimburgo e morto em 3 de dezembro de 1894, aos 44 anos, vítima de uma hemorragia cerebral, quando escrevia sua obra-prima inacabada Weir of Hermiston.

Robert Louis Stevenson

Stevenson é um dos maiores nomes da literatura em língua inglesa, escreveu contos, poemas, novelas e romances, como os célebres A Ilha do Tesouro (1883), O Médico e o Monstro (1886) e As Aventuras de David Balfour (1884-1887).  Stevenson está entre os autores mais traduzidos do mundo todo.

Ótimas e leituras e uma ótima segunda-feira a todos!

Beijos,
Fernanda

13 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Amo terror e suspense, adorei a indicação, com certeza entrará para lista de livrosba serem lidos

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro contos de suspense! Esse com certeza chamou minha atenção, roubar corpos é realmente bem polêmico, ainda mais assassinar pessoas para estudá-las. Que loucura! haha
    Vai para minha lista ;)

    Beijos ;*
    Proseando com uma BibliophileFacebook

    ResponderExcluir
  4. Confesso que não faz muito meu tipo de leitura favorita.
    Não curto nada que me cause arrepios, ou que venha seguido de assassinatos e um suspense voltado para o terror.
    Admiro muito quem gosta!!

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
  5. Nossa, terror e suspense, duas coisas que eu adoro!
    Eu não conhecia esse autor. E a história parece ser daquelas de arrepiar.
    Vou anotar a dica.

    Beijinhos
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Ainda não li nada desse autor, mas morri de curiosidade sobre essa história! Essa coisa dos cadáveres deve ser de arrepiar, ainda mais por ser baseada em fatos reais!
    Adorei a resenha!
    Beijos
    www.romanceseleituras.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Fer, apesar da história ser bem chamativa e seu texto excelente, esse é um livro que eu não leria. Já tenho crimes e assassinatos demais na minha profissão (Advogado Penalista) e ler sobre isso acaba me dando a sensação de estar no trabalho ou estudando e não me divertindo com a leitura rsrsrs.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oláaa,
    apesar de envolver todo esse mistério e a história de cadáveres e tal, não sei se leria, não nesse momento. Talvez mais pra frente... Ainda não conhecia o autor, mas fiquei tentada a procurar saber mais sobre suas obras. Beijos,
    http://www.entreleitores.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá Fernanda, tudo bem?
    Eu tenho paixão por livros que envolvam mistérios e suspense com certo thriller, então lendo sua breve resenha, logo me despertou interesse e curiosidade para saber mais, contudo, o que mais me motivou a m sentir nesta euforia, foi ser uma história verídica, mesmo sendo apenas um conto.
    Olha, vou precisar que você me indique onde pega esses contos, pois esse não é o primeiro que gosto. hahahaha
    Parabéns pela resenha!

    Beijokas Ana Zuky
    SA Revista

    ResponderExcluir
  10. Mas que história mórbida! Só de pensar que isso foi baseado em fatos reais, me corta o coração. Deve ter sido revoltante na época ver esses dois soltos.
    Eu não entendi se isso é um conto ou um livro, mas os fãs do gênero devem ter curtido essa história de qualquer forma.

    Beeeijinhos ;*
    Andressa - Mais que Livros

    ResponderExcluir
  11. Olá! Apesar de meio tétrico, o livro parece ser sensacional. Que história! Fiquei extremamente curiosa. Terror não é um gênero que eu costumo ler, mas fiquei com muita vontade mesmo. Já anotei a indicação! Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá, adoro o seu blog, aqui conheço muitas obras clássicas e que enchem minha lista para as próximas leituras. Suspense e terror são os meus gêneros favorito, e só de pensar que o conto foi baseado em fatos reais torna isso mais aterrorizante, adoraria a leitura.

    Beijos,
    http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oiê.

    Nossa, a história tem um suspense e mistério bem interessante. Deve ser legal um livro de terror clássico, acho que só assim para eu ler esse gênero.
    Não conhecia o autor ou o livro, mas fiquei curiosa :)

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir