segunda-feira, 9 de março de 2015

"Motivo", Cecília Meireles

Olá pessoal!

Hoje continuo com o meu post Especial Semana da Mulher, e a homenageada de hoje é uma das principais vozes da lírica brasileira, Cecília Meireles.

Cecília Meireles

Carioca de corpo e alma, Cecilia nasceu em 7 de novembro de 1901 e morreu 63 anos depois, em 9 de novembro.
Cecília Meireles é minha poeta preferida, e uma de minhas escritoras favoritas também. Sua poesia lida de forma belíssima com temas como a efemeridade da vida ou o próprio ato de escrever poesia. Este último tema ficou famoso em um de seus mais célebres poemas, Motivo, publicado pela primeira vez no livro Viagem, de 1939.



Confiram esse poema encantador, que muitos de vocês já devem conhecer:


Motivo

Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta.

Irmão das coisas fugidias,
não sinto gozo nem tormento.
Atravesso noites e dias
no vento.

Se desmorono ou se edifico,
se permaneço ou me desfaço,
— não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.

Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno a asa ritmada.
E um dia sei que estarei mudo:
— mais nada.

Lindo, não?

Além de cativante escritora, Cecília trabalhou como jornalista e professora, participando ativamente para uma melhora na educação brasileira. 

Linda e engajada, inteligente e criativa, só podia ser Cecília!


Beijos e ótima segunda-feira!

Fernanda

7 comentários:

  1. Os poemas dela são incríveis! Um grande nome pra literatura brasileira! Ótimo post.

    http://blogquerida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?

    Tá aí outra que nunca li nada HAHAHA Sim, é vergonha admitir, mas infelizmente é a realidade, sem contar o fato de que não sou nem um pouco fã de poemas. Contudo, gostei muito do post, pois serve de informativo para quem só conhece a escrito pelo nome que foi mencionado nas aulas de literatura no colégio.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Li pouca coisa de Cecilia Meireles (isso é vergonhoso para alguem que estava fazendo letras..kkkk)
    Admito que os clássicos nunca foram minha praia (só os romanticos romanticos...kkkk)
    Parabéns pelo post!
    http://clubedolivrope.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!!!

    Eu não tenho muito costume de ler Cecilia, algumas coisinhas eu conheço, mas é a falta de pratica. Ela realmente foi incrivel e sua escrita era/é maravilhosa.

    O post ficou simples e informativo. adorei!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  5. Que delícia encontrar um poema tão lindo por aqui!
    Também adoro os escritos da Cecília, e é difícil hoje em dia encontrar blogs que tratem de autoras como ela. Obrigada por compartilhar ^-^

    Ps.: você já ouviu uma música que foi escrita baseada nesse poema?! É tão linda quanto!

    Beijos,
    Ana - www.poesiadestilada.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Fernanda! Tudo bem?
    Ah, que postagem bonita! Até hoje acho que nunca vi nenhum blog que visito falando de Cecilia Meireles assim.
    O que mais achei engraçado foi que, quando você comentou sobre o tal poema, imaginei que não conhecia, já que não sou muito chegada a esse estilo de texto. Mas não é que reconheci?

    Um beijo,
    Doce Sabor dos Livros docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Acho que sou uma das poucas pessoas que não gosta de poemas. Embora muitos deles me toquem e passem uma mensagem incrível, eu simplesmente não consigo pegar um livro de poemas e ler por diversão.

    Mas uma coisa que ninguém pode negar é que a Cecília Meireles é uma marco na história Brasileira.

    ResponderExcluir