segunda-feira, 2 de novembro de 2020

"The Witcher", Andrzej Sapkowski

 Olá, pessoal!

Hoje venho compartilhar com vocês a minha mais recente leitura. Já fazia um bom tempo que eu queria ler a saga do autor polonês Andrzej Sapkowski. Eu já havia encontrado os seus livros na seção de literatura fantástica em livrarias algumas vezes. As capas e os títulos me intrigaram, como o do primeiro volume: O Sangue dos Elfos, publicado no Brasil em 2013. Eu sabia que se tratava de um universo pseudo-medieval com criaturas mágicas, tavernas, bardos e feiticeiras. Exatamente o tipo de história que me atrai. Porém, como já tinha (e ainda tenho!) séries iniciadas e não terminadas, não queria começar a ler mais uma série de livros, então deixei para lá.



Eis que no final de 2019 a Netlix nos trouxe uma série intitulada The Witcher, com Henry Cavill no elenco. Eu gostei muito do trabalho dele na série histórica The Tudors, por isso fiquei interessada em assistir a série que, além de tudo, está inserida em um universo mágico medieval. Porém, até então eu não havia percebido que essa série era baseada naqueles livros de fantasia que eu havia encontrado em livrarias anos atrás! Ao terminar a primeira temporada da série, decidi que finalmente chegara a hora de ler os livros de Sapkowski.


No início do ano, li O Último Desejo, publicado originalmente em 1993 e no Brasil em 2011. Este é, na verdade, um livro de contos que apresenta o universo de The Witcher ao leitor e o seu protagonista, Geralt de Rívia. Gerald é um witcher, ser que dá nome à série: um caçador de criaturas com habilidades realçadas por magia, que perambula de vila em vila a oferecer os seus serviços por dinheiro. Witchers têm extrema força, não pode morrer por causas naturais, não podem ter filhos e não sentem emoções. Wicthers são treinados desde crianças (normalmente as crianças são levadas por um witcher como pagamento de alguma promessa) e passam por uma mutação através de processos alquímicos, a que muitos não sobrevivem. Somente os mais fortes conseguem se transformar em witchers.

Os principais personagens na saga, além de Geralt, são o bardo Dandelion (o meu preferido) e a feiticeira Yennefer de Vengerberg. Na série da Netflix, Dandelion é, na verdade, Jaskier, o nome original do personagem em polonês. Dandelion é um poeta, que percorre os reinos em busca de aventuras para transformar em baladas. Suas canções são muito populares e sua personalidade extravagante e carismática deixa a sua marca por todos os lugares por onde ele passa. Em uma das sua aventuras ele conhece Geralt e se tornam inesperadamente amigos. Suas jornadas tendem a se cruzar durante toda a saga de The Witcher

Yennefer é uma feiticeira muito poderosa. Apesar de ter uma idade avançada, Yennefer permanece com uma aparência jovem e é extremamente atraente. Geralt, apesar de witchers não terem sentimentos, se apaixona por Yennefer, e o sentimento parece ser recíproco. Geralt e Yennefer são feitos um para o outro, mas suas jornadas os separam.


Henry Cavill como Geralt

 

Os acontecimentos em O Último Desejo se passam antes do início da saga em si em O Sangue dos Elfos. Recentemente, terminei de ler A Espada do Destino, publicado na Polônia em 1992 e no Brasil em 2012. Este é, também, um livro de contos no universo de The Witcher com os mesmos personagens, O leitor acompanha Geralt em diversas jornadas, incluindo a busca por um dragão, um reecontro com Yennefer, um duelo com um feiticeiro também apaixonado por Yennefer, a caça a um dúplice que se passa por ananico (uma raça não humana de estatura reduzida), uma jornada pelo fundo do mar e o encontro com uma civilização submarina, entre outros. Os contos são bem dinâmicos e têm um tom divertido, principalmente quando Dandelion faz parte da trupe.

 


A saga de The Witcher se originou em um conto publicado pelo autor polonês para um concurso realizado pela revista Fantastyka em 1986. Apesar de terminar o concurso em terceiro lugar, a história de Gerald obteve muito sucesso e popularidade, levando Sapkowski a escrever mais material. A partir de 1990, esses contos foram reunidos e publicados nos dois volumes que mencionei aqui: A Espada do Destino e O Último Desejo, publicado depois de A Espada, mas que se passa cronologicamente antes dos eventos deste. 


Agora que fui iniciada no universo de The Witcher, quero ler a saga principal, que se inicia com O Sangue dos Elfos, seguido por Tempo do Desprezo, Batismo de Fogo, A Torre da Andorinha e A Senhora do Lago. A série da Netflix foi confirmada para uma segunda temporada, mas sem data de lançamento prevista. Além da série, a saga The Witcher também foi adaptada com sucesso para o universo de video games desde 2007, e para histórias em quadrinhos entre 1993 e 1995. Há, também, uma adaptação cinematográfica polonesa de 2001, mas foi recebido negativamente tanto pelo público como pela crítica e pelo próprio Sapkowski.


Andrzej Sapkowski e seus livros

Espero que tenham gostado de saber mais sobre o universo de The Witcher.

Uma ótima semana a todos e, é claro, ótimas leituras!


Fernanda

Um comentário:

  1. Enjoyable article. I appreciated perusing your post, an exceptionally decent share, and I need to twit this to my adherents. You are much appreciated!
    Packers And Movers
    Bike Courier Transport
    Car Transport Carrier

    ResponderExcluir